quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Um projeto para a Amazônia


 INCT Biodiversidade e Usos da Terra e a obra de Bertha Becker



O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Biodiversidade e Uso da Terra da Amazônia (INCT) (http://saturno.museu-goeldi.br/inct/) é um projeto de pesquisa coordenado por mim e está sediado no Museu Goeldi, em Belém do Pará. Conta com uma extensa rede de pesquisa e engloba pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento e de diversos Institutos e Universidades do Brasil e alguns internacionais. 

O Instituto é financiado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) por meio do CNPq e pela Fundação de Amparo a Pesquisa do Pará (hoje denominada Fundação Amazônia Paraense) e tem como objetivo desenvolver uma rede de pesquisa integrada e de excelência para o estudo da biodiversidade e da paisagem amazônica, com vistas a incrementar o entendimento sobre cenários futuros para a biodiversidade e as consequências ambientais e sociais de diferentes usos da terra.

Um dos destaques do projeto é a participação da Profa Bertha Becker, professora Emérita da Universidade Federal do Rio de Janeiro e coordenadora do Laboratório de Gestão do Território (LAGET/UFRJ). É consultora ad hoc de várias instituições científicas e tem participado da elaboração de inúmeras políticas públicas nos Ministérios de Ciência e Tecnologia, da Integração Nacional e do Meio Ambiente. Considerando os últimos anos, não há uma proposta para a Amazônia, que não tenha tido a participação ou fosse ideia da irrequieta geógrafa!

Becker dedica-se a projetos inovadores e estratégias de implementação das políticas propostas para a região, acentuando a importância de uma revolução científica e tecnológica que inclua uma logística específica para a Amazônia.

No dia 12 de maio de 2009 a Dra Bertha Becker ministrou a conferência inaugural do INCT em Biodiversidade e Uso da Terra da Amazônia no auditório do Museu Goeldi, com o tema "A Amazônia e os desafios da sustentabilidade” e que deu origem ao seu artigo publicado posteriormente no Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi,  Ciências Humanas (http://www.museu-goeldi.br/editora/).

Em junho de 2012, durante a Conferência Rio+20, no Rio de Janeiro, admiradora da capacidade de pensar e articular projetos de Bertha, e no papel de coordenadora do INCT, propus à Bertha que fizesse uma avaliação do grau de sucesso e implementação de suas propostas para a Amazônia. Após um momento relutante, Bertha aceitou o desafio. Para ajudar nesse encaminhamento, procedi um inventário da obra de Bertha (trabalhos científicos, relatórios, vídeos, entrevistas, etc)  disponibilizados na internet e nos inúmeros emails que troquei com ela nos últimos 10 anos. Mas sozinha era impossível alcançar os meus objetivos...
 
A execução dessa enorme tarefa contou então, com o imprescindível apoio da geógrafa Nathalia Nascimento, que em poucos dias já estava totalmente absorta no projeto e encantada com a personalidade de Bertha.  O projeto contou também com as sugestões de Roberto Bartholo, Peter Toledo e Tatiana Sá, também amigos e admiradores de Bertha e estudiosos da Amazônia.
Após dois árduos meses de coleta de material, discussões e aprovações de Bertha, oferecemos aos que estudam o pensamento de Bertha Becker, um DVD-ROM com a obra dessa pesquisadora maravilhosa e irrequieta, que muito ainda tem o que nos ensinar.

Belém, 07 de novembro de 2012.
Ima Célia Guimarães Vieira
Pesquisadora do Museu Paraense Emilio Goeldi

3 comentários:

  1. Bom dia! como podemos obter o DVD? Obrigado!

    ResponderEliminar
  2. Olá Neto! O conteúdo do DVD será disponibilizado no site do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Biodiversidade e Uso da Terra da Amazônia (INCT). Assim que estiver pronto para download o link será publicado aqui no blog. Obrigada pelo interesse.

    ResponderEliminar
  3. sou academico de geografia e um admirador das obras de Bertha Becker.Espero que Bertha venha ao Amapa ministrar uma bela palestra, seria um grande prazer...vou esperar a publicação do DVD. Abraçosss

    ResponderEliminar